MOÇAMBIQUE LANÇA O SISTEMA CountrySTAT

18/10/2012

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE), procede hoje ao lançamento oficial em Maputo, do Projecto CountrySTAT Moçambique, um sistema de informação estatístico baseado na Web, que porporciona um melhor acesso a dados estatísticos de qualidade sobre alimentação e agricultura a nível nacional e sub-nacionais.

Este sistema está sendo desenvolvido pela Organização para Alimentação e Agricultura das Nações Unidas (FAO), e em Moçambique está sendo implementado pelo INE, em coordenação com o Ministério da Agricultura. CountrySTAT Mozambique é parte de de uma iniciativa da FAO apoiada pela Fundação Bill & Melinda Gates para melhorar a qualidade, a acessibilidade, a relevância e a confiabilidade das estatísticas sobre alimentação e agricultura em 17 países na África Subsariana que fazem parte deste Projecto, e de que Moçambique passa a integrar oficialmente com este lançamento hoje. Na verdade, Moçambique vem participando neste projecto há já uns anos, sendo este lancamento um gigantesco passo na disseminacao e divulgacao dos dados estatísticos oficiais sobre alimentação e agricultura .

A principal tese do CountryStat é possibilitar que com base nestas estatísticas, se afira o que está sendo feito de facto, para facilitar que haja uma produção suficiente de alimentos e sua distribuição, o que passa por se saber se o que se produz é ou não suficiente para as pessoas que se tem de alimentar. "A fome mundial não é uma opção. Acesso a alimentação suficiente, nutritiva e segura é fundamental não apenas para o bem-estar das famílias pobres em todo lugar, mas também para o desenvolvimento econômico, paz e segurança em todos os cantos do mundo" disse o Diretor-Geral da FAO Jaques Diouf durante a reunião de 2009 com Bill Gates, co-presidente da Fundação Bill & Melinda Gates, que marcou a colaboração contínua entre as duas organizações.

OS BENEFÍCIOS IMEDIATOS E FUTURÍSTICOS DO COUNTRYSTAT EM MOÇAMBIQUE

A implantação do CountrySTAT em Moçambique visa essencialmente dar às instituições moçambicanas, uma base de dados fiáveis que os permitam fortalecer cada vez mais as suas redes institucionais, e assegurar a organização, harmonização e padronização dos dados estatísticos que são disseminados por diferentes departamentos instituições ou fontes, para que sejam integradas numa plataforma comum, através de uma combinação única de estatísticas baseadas nas tecnologias de informação. Como parte do Projecto, a CountrySTAT Moçambique vai divulgar os dados através da aplicação de um quadro de base de dados centralizado e padronizado, que passa a funcionar numa plataforma de intercâmbio de dados e um conjunto de ferramentas de análise. Ao fazê-lo, ele vai facilitar o planeamento e a tomada de decisões pelos decisores políticos e analistas moçambicanos, o que certamente contribuirá, em grande medida, na luta que se trava em Moçambique contra a fome e a pobreza absolutas, porque se terá indicadores sobre o que está sendo feito, e o que se deve ainda fazer no presente e no futuro imediato e longícuo.

A concessão para a FAO para a sua iniciativa é parte da iniciativa da fundação para Desenvolvimento Agrícola, que está trabalhando com uma ampla gama de parceiros para fornecer para milhões de pequenos fazendeiros no mundo em desenvolvimento ferramentas e oportunidades para aumentar suas rendas, e construir melhores vidas para eles próprios e suas famílias. A fundação está trabalhando para fortalecer a inteira cadeia de valor na agricultura - de sementes e solo ao gerenciamento das fazendas e acesso ao mercado - para que o progresso contra a fome e a pobreza seja sustentável a longo prazo.

Contato: Sr. Camilo I. Amade [camilo.amade@ine.gov.mz]
Coordenador Nacional, Moçambique CountrySTAT
Chefe do Departamento de Estatísticas de Bens e Ambiente
Instituto Nacional de Estatística de Moçambique (INE)