GOVERNO ANTIVÊ CRESCIMENTO DA AGRICULTURA

18/10/2012

Falando na Assembleia da República (AR) durante a sessão de perguntas do parlamento ao governo, Pacheco disse que o país espera alcançar "resultados encorajadores" na presente campanha agrícola (2010/2011).

"A produção agro-pecuária irá crescer em 7,9 por cento, com a agricultura em 8,6 por cento, silvicultura em três por cento e a pecuária em 6,7 por cento", disse Pacheco. Segundo o ministro, o país poderá produzir cerca de 12,2 milhões de toneladas de produtos agrícolas, sendo 2,9 milhões de cereais, 436 mil de leguminosas, entre outras quantidades de tubérculos e hortícolas.

Pacheco disse que o país também registou avanços na produção de culturas de rendimento, sendo o mais notável a produção de 70 mil toneladas de algodão, representando um crescimento na ordem 70 por cento em relação a campanha anterior. A produção de gergelim cresceu em 66 por cento, da banana em 31 por cento, do girassol em 29 por cento, da castanha de caju em 15 por cento bem como do tabaco e soja em cinco e quatro por cento respectivamente. "Estes resultados, embora positivos podem ser melhorados com base na multiplicação de esforços e sinergias para fazer face aos desafios que o nosso país enfrenta na agricultura, nomeadamente a produtividade e competitividade, acesso ao mercado, serviços e melhoramento de infra-estruturas, gestão sustentável de recursos naturais e reforço da capacidade de parceria público privada, no desenvolvimento da nossa agricultura", disse.

Entretanto, os resultados da produção agrícola na presente campanha seriam mais "encorajadores" ainda se o país não tivesse experimentado algumas adversidades climáticas. Com efeito, chuvas excessivas e aumento de caudais de algumas bacias hidrográficas do sul e centro do país provocaram inundações e perdas de culturas diversas numa área de 21,3 mil hectares. Ao nível da pecuária, ficaram inundados cerca de 20 mil hectares de pasto, tendo provocado a morte de 62 cabeças de gado bovino por afogamento, afectando igualmente outras cerca de 6,700 cabeças. Por Gustavo Mavie, AIM. 2011